"Parque" dos Sonhos!!!

Posted: terça-feira, 26 de outubro de 2010 by Adriano in
12

Ontem terminou a maratona de parques...foram 7 ao todo e meus pés já não aguentavam mais, e até consegui traumatizar a Mayara...falei em ir de novo na Universal que não fizemos direito, já que temos um ingresso pra isso, amanhã, e ela pulou fora...eheheheh. Mas voltando ao assunto, hoje foi o "meu dia".

Acordei bem cedo (eu tava bem ansioso) e já comecei a rodar pelo quarto até que ela também acordou. Fizemos como todos os dias anteriores, tomando café cedo e as 8 já estávamos na rua...fomos a Eagle Rider pegar uma Gold Wing 1800 cc para fazer o norte da Flórida em um dia inteiro. Um mooooonte de documentos preenchidos, deram 2 capacetes "coquinho" toscos para nós e comprei um óculos pra Mayara já que andar sem capacete pode (com seguro privado que não é o nosso caso) mas sem óculos não...deve ser para, no caso de um um rola, não raspar o globo ocular no asfalto!!! A menina da loja ficou 1/2 hora me ensinando pra que serve cada botão da moto, apesar de que eu já sabia pelo menos a metade...alguns não usaríamos, como aquecedor de manoplas e banco, além do intercomunicador, então já ficou uns 10 sem precisar memorizar!!! Saímos e eu estava abestalhado (mais do que o normal) de alegria e de cabacice...parecia que eu nunca havia pilotado um moto antes...ela é como uma carreta de 5 eixos...grande demais...larga também, mas roda macio com um ronco delicioso...tinha HD Electra Glide lá por 20 dólares a menos mas eu queria a Master Honda, a qual sempre tive o sonho em pilotá-la!!!

Ela tem um Navegador integrado no painel que é um lixo...dificil de enxergar e de mexer...fiquei 1/2 hora perdido até encontrar a I-4 e me certificar que seguiria em direção ao nordeste da Flórida, com Daytona como destino inicial...rodei um pouco com trânsito pesado que logo foi se dispersando e ficando cada vez mais livre a estrada...o limite máximo aqui é de 70 milhas mas normalmente estava rodando a 80/90 milhas e as vezes 100, o que da perto de 160 km/h e se um FHiP's (Florida Highway Patrol) me pegasse eu tava ferraaaaaado...mas beleza pois a maioria dos carros roda acima do limite e a gente se mistura...não era assim há 15 anos, quando estive aqui pela última vez, ou seja, eram mais severos.

Pode parecer idiotice mas rodar em direção a Daytona mesmo que com uma Japa Honda, escutando Eagles, Aerosmith, Guns N' Roses, Nirvana, (só faltou Born to be Wild) no talo, é de arrepiar, vocês não têm noção...e não sou "baba-ovo" de Americano não, é só uma imagem vista em filmes, com músicas que gostamos, formando assim uma opinião e uma expectativa durante o passar dos anos...e ali estava acontecendo, sendo vivido...ehehehe. O sistema de cruise control é outra maravilha tecnológica...botão pra cima e para baixo e a moto acelera e diminui...perfeito e deveria ser um acessorio capaz de ser instalado em qualquer moto!!!

Saimos da I-4 e fomos em direção a Daytona porém passando por Ormond Beach, onde, um indiano de um posto (igual aquele do desenho dos Simpsons, da loja de conveniência), me falou que tinha uma megastore de motos e acessórios naquela cidade e eu corri pra uma Starbucks pra consultar no netbook que loja seria essa...com o endereço em mãos fui lá e decepção...é sim uma megastore gigaaaaaante, com 2 andares...só de HD...tem até supositório da HD...alguém quer??, eu levo...ahahahaha...descobri que na semana passada teve o Biketoberfest em Daytona com mais de 130.000 motos...em Março são perto de 500.000...sai pra lá...imagino o tanto de HD por metro quadrado...essa loja que visitei fica num Mall com outras lojas de Tatoo, Outlet da HD, triciclos, mecânicos, bares e tinha ate uma carreta (caminhão) de churrasco e um palco que com certeza sobraram da semana passada...Nos perdemos um pouco e percebi que estava mais ao norte de Daytona, então seguimos viagem para St. Augustine que é a primeira cidade dos EUA, fundada em 1565, assim como São Vicente é para nós no Brasil, só que esta mais antiga, fundada em 1532, ou seja, ponto pra nós...mesmo assim é de dar dó, comparar essas duas cidades...vi novíssimas Porsches e Corvetes em suas ruas, convivendo perfeitamente com prédios históricos conservadíssimos e todos com placas, ou seja o Americano pode ser uma "porta" em Geografia mas em História do seu país é nota 10. Ficamos 1 hora cravada lá (sei pelo parquímetro) e voltamos a I-4 em direção a Daytona finalmente e, quando chegamos lá, surpresa...pode-se rodar pela praia!!!...ueeeeba, vamos fazer um trail de Goldwing, mas não sem antes ver se o mastodonte não afundava na areia que era bem firme, com a moto perdendo um pouquinho a frente mas fácil de tocar...tiramos umas fotos, olhei o tanque (marcador de combustível estava doido) e vi que estava bem seco, portanto priorizaria o abastecimento até mesmo antes de comer, apesar da fome gigante que nos assolava...rodei mais umas 5 milhas e estava procurando um posto quando a moto comecou a tossir e acostumado que sou, no embalo que vinha, juntei na embreagem e rodamos na "banguela" pelo menos uns 200 metros (já viram navio petroleiro, carregado, na inércia??), chegando num cruzamento de farol fechado (ainda brequei), com o posto do outro lado da avenida e ainda bem que aqui na Florida é tudo 100% plano e as guias e calçadas sao baixinhas então a Mayara desceu, empurrou a moto pelo porta malas e eu em cima equilibrando e ajudando com os pés, coisa de 10-15 metros...pane seca, mas na porta do box...ehehehehe...sorte!!!

Depois de ter gasto a sorte que tinha sobrado, fomos comer num restaurante gourmet aqui de primeira linha, caríssimo, chamado McDonalds...não sei se conhecem!!! Nesse instante, comentei com minha namorada o tanto de imóveis comerciais vazios que vimos na orla de Daytona Beach...a cidade está meio fantasma e acredito que seja devido a crise que recém assolou este país (mas também pode ser por um furacão que atingiu há pouco tempo, a cidade)....vemos muitos mendigos nas ruas, coisa que não se via antigamente, ou seja, parece mesmo que a coisa está feia por aqui, menos em Orlando que "bomba" 24 horas por dia...Os parques estão insuportáveis de tanta gente e pior agora com esses carrinhos elétricos que pessoas saudáveis (idosos e obesos) alugam pra rodar pelo parque...tá pior que a 23 de Maio na hora do rush...

Bom, saímos de lá e voltamos a Orlando chegando de noite...o farol dessa moto é muito bom e a noite é que a gente vê que está a bordo de uma nave espacial com seu painel todo iluminado, botão por botão...lembram-se da raiva que eu tenho da Honda??...então...hoje ela se confirmou...a japa não sabe fazer motos e sim é especialista em carros e hoje eu pilotei um de duas rodas...ela tá aqui dormindo no estacionamento do hotel e amanhã até as 10 eu devolvo com tristeza mas com a certeza que não é uma moto feita para o Brasil e minha vontade de tê-la, pelo menos em breve, passou hoje...devolvo, mas não sem antes dar uma bela voltinha e uma boa queimada na gasolina que tem no tanque...See you guys!!!

12 comentários:

  1. Luis says:

    Daí guri do Serra. Legal a foto, mas tu ficas bem melhor montado numa KTM adventure. Estou te acompanhando no blog já faz mais tempo, acho que é a primeira postagem de outras que farei. Tenho um projeto de ir até o Canadá antes de 2015.
    Saudações.

  1. paulo says:

    Hola! E as aulas de espanhol, como estão?
    Dizes bastante das botas... curiosidade: e joelheiras??
    Abraços!

  1. Pudim says:

    Adriano, que vidinha mais ou menos tu tá levando ae einh meu velho!!!
    Parabens cara, muito bacana, dei boas risadas com as histórias...e conclui que tu é um dos meus tbm...faz a namorada empurrar a moto! XD
    Mais imagino o belo passeio que pode fazer...
    Tudo de bom kra, forte abraço!

  1. Po irmão...

    valeu as dicas. Chego em Miami só daqui uns 4 dias... To em KingsVille.
    Mas de boa, você naum tem nada a ver mesmo com 'cruiser's', fica nas Nakeds e Off. (kkkkkk)
    Cara até nisso dei sorte aqui e, você também vai dar, quando vir com a sua. Não se faz seguro de motos nas Operadoras de Insurance. Havia perguntado na fronteira, depois que fiz todo o trâmite de entrada que foi uma 'brincadeira', em 15 minutos estava tudo feito e eu e moto liberados, para curtir seis meses de EUA, até 25/04/2011, e eles me disseram que não tinha que fazer mais nada, ou seja, nem viadagem de papelada de importação temporal, nem porra nenhuma da moto, e, o "seguro", SE, eu quisesse, que fizesse mas não era necessário.
    Mesmo assim tentei em Brownsville, mas, seguro nos EUA, só se eu fizer a documentação da moto aqui também e uma carteira de habilitação, fora isso, "estamos nós gringos ISENTOS".

    Quanto ao 'cazco', maravilha, me livrei de um 'peso', literalmente e os óculos eu já uso mesmo porquê sou vovó!

    Não comprei o Garmin Hibrido naum o 500, peguei um 1300 de 4.3 de Tela e que tem um som 'alto pra KCT'. 149 Doletas no Wall Mart.

    To 'caindo' nos Mac Donald's da vida, por isso se demorar a aparecer ou escrever é por isso. Fica com Deus e torne-se um 'obreiro' da Universal!

  1. paulo says:

    Huummmm.... menos felicidade, Andressa, menos...rsrsrs. A legislação quanto aos "cascos", ao que sei, varia de estado para estado. Live long and prosper - \\(.)(.)// - , keep wise and be aware.... :) :)
    Quanto ao relatado, isto apenas demonstra que mesmo mulheres podem ter alguma utilidade, não é?

  1. Kbeça!
    Tenho uma novidade que tenho certeza que você vai gostar.
    Vamos comprar uma moto :-)!
    Para os seus amigos de estrada que te acompanham por anos pode soar um pouco ridículo até, mas pra mim é um PUTA passo! Falei com a Ceci e resolvemos dar mais este passo em rumo as mudanças de 2011. Ou seja, emprego novo começando na segunda, vou "oficializar" minha situação... ou seja, tenho que ter minha habilitação e vou encomendar a moto. Vai ser uma BMW. Lembra da idéia dos passeios de moto? Acho que agora sai dos papos de mesa de bar e filosofia entre uma breja e outra e toma uma forma definitiva. Tentei falar com você por todos estes dias mas depois a ficha caiu que vc tava na terra do tio SAM. Quando puder me dá um sinal de fumaça... Quero algumas dicas suas de padrinho para padrinho.
    Fiquem com Deus e um ótimo retorno.
    Abrax,
    Zer0

  1. Que moto aloprada, hein... linda demais. Pena mesmo não servir pro Brasil, hein...

    Bem, é a primeira vez que venho no blog, vou acompanhar o andamento de sua empreitada, te conheço da comu Viagem de Moto América do Sul, embora eu poste muito pouco lá. Tenho só uma Intruder 125 ano 2008, mas farei uma viagem de 10.000km em janeiro pelo Brasilzão e frequentemente estou catando dicas de segurança e eficácia da comu e adaptando-as para a dura realidade das "motos pequenas"...

    Saudações.

  1. fabiocave says:

    Ta meio estranho vc montado nessa balsa!!!
    Volta pra Kate logo,e que ela não veja essa foto!!!
    Abraço!!

  1. Wado says:

    Eu compraria uma barca dessas pra viajar ! Deve ser um conforto ! Eu andei numa BMW 1200 RT e achei um tremendo conforto, tinnha de tudo bolha do para brisa elétrica, cavalete elétrico, piloto automático, aquecedores diversos, CD MP3 que aumentava o som qdo se aumentava a velocidade, suspensão eletrônica, ou seja, um monte de pra que isso !!!! kkkkkkkkkkkkk

    Essa deve ter tudo isso, mais alguma coisa e bem mais motor !!!

    Dizem que acelerando lembra um opala seis cilindros !!! kkkkkkkkk

    Se bem que 6 cil contrapostos, o som do escape deve parecer um Porsche manso !!! kkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Daqui 30 anos qdo eu for mais velho compro uma dessas !!!! kkkkkkkkkkkkkk

  1. Adriano says:

    Luis...projetos são pra virarem realidade...toca o barco que um dia sai!!!

    Paulo...eu até tenho Joelheiras articuladas muito boas, para trilha e cross, de fibra de carbono mas não dá pra usar pois incomoda demais!!!

    Pudim...todo ser humano merece um descanso...foram "ferias" pra trabalhar depois nas ferias das pessoas normais...ehehehe...namorada empurrar a moto??? Não fez mais que a obrigação...ahahahaha

    Andressa...Universal é o parque e não a Igreja...ahahahahah. Continue nas valiosas dicas aí por favor...

    Coxinha Piccolo...de novo e agora oficial...estou contentíssimo com a sua decisão em comprar a moto...Parabéns novamente e estou ansioso pra dar nossa primeira viajada!!!

    Leon...não importa o tamanho, o q importa é rodar...vamo q vamo acumulando kms!!!

    Fabião...vou te falar hein cara...gostei da Gold mas prefiro um VStrom q é mais violenta de motor...a Kate é um caso de amor então não conta...ehehehe

    Wadão...essa BM deve ser bem animal tb viu...esses trecos elétricos como parabrisa e cavalete devem mesmo fazer a diferença em relação a Honda!!! Mas ouvi dizer q essa aí tem um defeito crônico q é shimmar lá pelos 130-140...verdade??

  1. Pudim says:

    Pena ser Honda...se fosse Chevrolet eu juro que essa moto virava um Robô Transformer!!!

  1. Barrett says:

    Adriano, vc nessa Honda me faz lembrar dos idos anos 80, eu de 125 por Atibaia e aparece um cara de CB 1050 6 cilindros... de tanto eu babar o cara me deixou dar uma voltinha... não esqueci até hj...