Carga Pesada!!!

Posted: quarta-feira, 22 de dezembro de 2010 by Adriano in
9

Em postagens anteriores, por várias vezes, mencionei o bagageiro que estava confeccionando em casa. Agora irei explicar detalhadamente como foi feito :

- Comprei uma chapa de alumínio com a espessura de 5 mm já cortada no esquadro, com 50 x 40 cm, em São Paulo. Paguei R$ 80,00

- Trouxe-a para Ilhabela e comecei a trabalhar, cortando os 4 cantos (arredondando-os) e furando nos locais dos parafusos de fixação do bagageiro no suporte do bauletto, que é de aço, e, furando também nas extremidades dos olhais, terminado-os com serra tico-tico, já que aqui em Ilhabela não há uma fresadora sequer, e mesmo assim, obtive um resultado estético satisfatório.

- Em Taubaté, consegui uma oficina que dobrasse a parte de trás da chapa a fim de servir como um "top" para a carga não escorregar para trás e também a fim de facilitar na hora da amarração onde sempre estarei sozinho.

- Limei os olhais e laterais para dar acabamento e instalei tarugos usinados em latão (presente do Luiz Coelho) com trava-rosca Loctite, a fim de não soltarem com a vibração excessiva da moto, os quais servirão para passar os elásticos da aranha e dos esticadores.

- Colei com cola de contato (sapateiro), uma placa de EVA a fim de "brecar", amortecer e proteger todas as tralhas que serão amarradas em cima do bagageiro. A foto dele pronto e instalado na moto se encontra acima.



Esse fim de semana fui a Paraty e nada melhor do que aproveitar a viagem de 160 kms em estrada sinuosa e cheia de lombadas para testar a performance e durabilidade do mesmo.

Antes de sair de Ilhabela, no Sábado cedo, amarrei em cima do bagageiro + banco, duas mochilas estanques semi cheias, um galão de 10 litros, um tripé para câmara fotográfica, um squeeze de água e uma latinha de óleo para corrente e tudo ficou muuuuuuito bem preso e acomodado e isso é o que importa. Ainda tenho mais espaço dentro dos baús de alumínio e nas duas tampas do mesmo onde é possível se amarrar de tudo um pouco. Sabemos que se a carga estiver nos limites de comprimento e largura da moto, o céu é o limite, portanto, o quanto precisar subir com ela é possível, até mesmo bem pensada para acomodar um par de pneus deitados (traseiro + dianteiro). Saí de casa com o galão de 10 litros vazio e quando abasteci a moto, o enchi de água para testar o peso e achei super tranquilo, fazendo a moto "shimmar" menos do que quando está com o bauletto GIVI de 47 litros, com carga moderada. Também gostei do centro de gravidade e da boa distribuição geral de peso (incluindo baús laterais) muito bem testados nas curvas da Rio-Santos. Concluindo, por menos de 150 reais, fiz um bagageiro funcional, não muito feio e bem robusto, com a característica principal de ser customizado, ou seja, ideal para a Expedição que se aproxima!!!

Comentem aqui no blog o que acharam!!!

9 comentários:

  1. Wado says:

    Um dos bagageiros mais feios que eu já vi ! kkkkk Mas a verdade é que vc precisa de praticidade e robustez e não de beleza ! Como diria um amigo meu : O meu Land Rover Defender é feio, horroroso, os rebites da carroceria de aluminio são aparentes ele é quadradão, mas ele é pratico, resistente e robusto e vai aonde eu quiser com tranquilidade. E ISSO É QUE IMPORTA !!! he he he !!!

    Igual esse bagageiro que vc inventou !!!

    Abraço !

  1. Adriano says:

    Wadão...se vc entendesse de bagageiro não teria aquela moto que tem que levar bagagem numa mochilinha dura e aerodinâmica onde só cabe uma cueca e um par de meias...ahahahaha...Valew pela força, torta mas valew...eheheheh

  1. Wado says:

    Que nada, vc errou ! Na mochila aerodinamica tem : Docto da moto/carteira, uma roupa de chuva fina pra colocar por cima do macacão e uma viseira escura !!! E não cabe mais nada !!! kkkkkk

  1. says:

    Já eu achei bem feito mas um baú não seria melhor mesmo no ponto de vista de segurança da carga? assim solta, qqr lugar que vc parar vai ter que ficar de olho pra ninguém levar alguma coisa

  1. Carlos CC says:

    Show, muito bêm feito e planejado.

    Parabéns!

  1. Adriano says:

    Ni...um baú limita a carga...só se pode colocar o q vai dentro...as vezes, há alguns que permitem q se amarre algo em cima mas nada pesado...a idéia é colocar as coisas de valor dentro dos baús laterais com chave e as tralhas volumosas e de nem tanto valor, vai no bagageiro mesmo...ainda penso em uma rede de cabo de aço fino com cadeado...isso vende fora do Brasil e é bem caro...vamos ver se consigo fazer uma tb!!!

    Carlão CC...a opinião de um especialista me deixa muito feliz!!!... Valeeew

    Wadão...vai viajar vai...até Campinas...ahahahahahah

  1. Ficou muito bom Adriano. Parabéns. E esses bauletos? De que marca são? Eu acabei colocando os da Bonnier. São menores que os Givi E41 mas tem a vantagem de poder colocar algo em cima. Acho que beleza é a última coisa que devemos pensar em viagens de moto. Abração!

  1. Adriano says:

    Hepco & Becker alemães...comprei a moto já com eles...são verdadeiramente muito parrudos...a moto tombou uma vez parada lá em El Calafate de noite (alguém encostou e tb levantou) só percebi por causa de um pequeno amassado no fundo do baú e um pouco de terra no manete!!!

  1. Cumpadre, ficou bonito e funcional mas não se esqueça que o limite de carga dele deve ser o limite que o seu QUADRO aguenta pois quanto mais carga, mais "efeito alavanca" sobre os pontos de fixação do bagageiro (a grelha) no quadro da moto.
    Acho que se vc aproveitar melhor o espaço dele horizontalmente, vc diminui o efeito alavanca...
    Não sei se me expliquei bem...
    Abs
    F.