Dia 38 - Fairbanks-EUA - Dealer Day - ZERO kms

Posted: sábado, 9 de julho de 2011 by Adriano in
14

Acordamos cedo, banho, arrumamos tudo e pra diminuir peso e dar mais mobilidade a moto, deixei os dois cases de alumínio e 2 malas estanques na Universidade do Alaska, devidamente etiquetados, num depósito deles pois iríamos a Prudhoe hoje já que estávamos com um plano mirabolante para fazer com as BMWs que ainda estavam na "concessionária" (aqui chama "dealer"). Chegamos lá e tem um barbudinho que já saí falando com ele em colocar a bateria nova que estava no estoque na moto preta, a do Renato, já que eles haviam conseguido ressuscitar a bateria da moto prata, a do Edson, e já estávamos com ela, rodando em 3 com as duas motos. O barbinha falou que tudo bem e começou a demorar demais quando eu fui perguntar e ele falou que não tinha a bateria nova e estava aguardando as duas chegar da California por FeDex. Nós ficamos bem bravos e o Renato foi falar com um outro cara que é o gerente da loja, perguntar o porque de há 3 dias estarem confirmando uma bateria em estoque e agora nada!!! O gerente foi lá pra dentro, demorou uns 15 minutos pois acho que estava combinando uma história e assim que voltou veio pedindo mil desculpas pois constava a bateria no computador mas na prateleira ela inexistia...bom, banho de água fria na gente e já era meio dia com promessa de chegadas das duas novas peças pras 14 horas. fomos almoçar em um supermercado bem pertinho da loja/oficina e foi bem  legal pela boa comida, refrigerante refil (toma o que conseguir) e animada conversa...não sei se vocês imaginam o assunto!!!

Voltamos pro Dealer as 14:30 e perguntei ao barba se já havia chegado e ele disse que ainda não havia tido tempo de ver...raaaaaaaaaaiva...foi lá pra dentro e não falou nada e logo perguntei novamente e falou estar instalando as novas que haviam chegado...uhhhuuuuuuu...agora sai nossa viagem pro Ártico...enquanto o serviço ia sendo feito, ficamos andando pela loja e vendo o que os caras tinham...lá se vende BMW, Harley Davidson, Victory, Honda...motos, quadris e snowmobiles...abaixo, Renato experimentando a GS 800 que custa 14 mil dólares aqui. BARATO...em Miami é MAIS barato...eheheh


Aqui, algo que não estamos acostumados...no cartaz, Snowmobiles anunciados mas não há nenhum no interior da loja que está apinhada de Quadriciclos (e motos) pois é o que vende no verão...mas lá fora, tudo embaladinho, as motos-de-neve devidamente guardadas esperando cairem os primeiros flocos e venderem igual pão quente...olhem a quantidade de opções...arrisco dizer que poucas marcas de motos têm tantas variedades diferentes!!!



Voltando ao serviço nas motos dos amigos, o barbinha entregou a preta com a bateria nova e disse que hoje estava com muito serviço e não daria pra fazer o serviço da prata, porém como vimos que ela estava pegando bem, de primeira, resolvemos que iriamos assim mesmo e foi feita e entrega da preta não sem antes as duas faturas das motos...Edson e Renato foram lá pagar e ao voltar, com eu já esperando lá na rua, o Renato viu que a corrente estava completamente bamba, suja e não lubrificada e ficou muuuito bravo, com razão, pois a moto esteve lá por 2 dias e meio e nem encostaram nela, esperando bateria...ele reclamou e um cara pegou a moto, levou pra dentro e só ajustou a corrente, não limpando-a e nem lubrificando. Conclusão : Sempre disse que serviço de concessionária é uma droga e descobrimos, da pior maneira, que nos EUA não é diferente...se  levarmos a moto em um mecânico de confiança que é o dono da oficina, como o Walmir, da Trial, em Ilhabela, a responsabilidade é dele se algo de errado acontecer com a moto, então o esmero é muito maior já que ele não quer perder um cliente, tão difícil nos dias de hoje!!! Ao mesmo tempo que a moto foi pega pra ajustar a corrente, o mundo desabou e já eram umas 16 horas, tarde pra sairmos pela Dalton Highway, em direção a Cold Foot que se encontra no meio dessa estrada que vai até Prudhoe Bay (em Dead Horse).



Tínhamos olhado a previsão do tempo e as nuvens estavam passando uns 100 kms ao norte de Fairbanks com ventos as empurrando de Noroeste para Sudeste, ou seja, somente passaríamos através da tormenta mas a previsão errou (grande novidade) e a chuva desabou ali mesmo, na cidade que estávamos, e, prontos pra sair e tarde que estava, chegamos a sensata decisão de abastecer as motos, retornar a Universidade, dormir essa noite e partir bem cedo amanhã e acho que vai dar certo pois o tempo já firmou, apesar de aqui a natureza ser totalmente selvagem e tudo pode mudar mas é 95% de certeza de partirmos em breve, logo depois de um bom sono!!! A "saga" até o começo do mundo (pois Ushuaia é o fim) deve durar 4 dias, com 3 noites e isso me deixa com um tempo justinho pra ir a Miami resolver o embarque da moto pra América do Sul (Colômbia) e comprar peças, mas está tudo sob controle por enquanto... Taí o meu quartinho na Universidade...simples mas bem legal e muito barato para os padrões "alaskianos"...


É isso...nenhum dia ou tempo é perdido pois coisas importantes e interessantes acontecem, colocamos os assuntos em dia, reforçamos a amizade e descobrimos coisas novas, como um brasileiro especialista em internet, que trabalha para as instituições de pesquisas e ensino federais brasileiras, que chegou aqui na Universidade para um congresso, o Alex Soares de Moura, ajudando o Brasil a crescer e ser respeitado como uma nova potência mundial, buuuuut (isso é maaaaas) a ansiedade tá batendo forte e se não sairmos amanhã, volto de avião pro Brasil com a passagem do Alex e ele volta com minha moto...kkkkkkk...Pode ser que lá, nos confins do mundo tenha problemas com a net, então se não postar, não se preocupem pois atualizo tudo na volta!!! Nos vemos... 

14 comentários:

  1. Adriano, não esquece de fazer vídeos lá...........Filma pra gente ver as imagens em "movimento" Grava e manda um abraxx pra Rondônia! faz isso que eu te pago uma cerveja na tua volta! rsrsrsrsrs

    Abraxx

  1. MarceloBH says:

    Ô nikimão, fala pro Renato que ele ficou arrumadinho nessa F800 GS laranjinha... :-)

    Bom restinho de viagem, aguardamos o retorno de Prudhoed Bay com as novidades e fotos!

    Um abraço!

  1. Grande Adriano, em varias motos e sem os baús da pra fazer em um dia a ida e um dia a visita a Prudhoei e volta.
    Tem novidade de como e quanto custa despachar a moto para Colombia?
    Abraço
    Walter Raio

  1. rapazzzz
    vc chegou no Alaska, meus parabens... Foi muito bom poder participar dessa expedição junto com vc. Continuamos aqui te acompanhando, beleza!! APROVEITE AO MAAAAXIMO. Abçs

  1. Viajao e interessante blog. Parabens Eric

  1. skybolt says:

    Adriano,

    Estou entendendo que a parte mais aventureira da viagem é este último trecho, é isso mesmo?

    Gostaria que você contasse pra gente quanto custa esses transportes aéreos, aquele que você já fez até o Panamá e esse de volta até a Colômbia.

    Toca firme irmão...

    Abç

  1. Adriano...
    Parabéns cara...VC demonstrou que SOLIDARIEDADE é um fator mto importante nessas aventuras!
    Sabe, somos escravos das "CIRCUNSTÂNCIAS", nada além delas, e temos que ser EQUILIBRADOS para enfrentar aquelas que as vezes transparecem ser negativas...mas que jamais saberemos...pois muita gente deixou de entrar em determinado VOO e CIRCUNSTANCIALMENTE aquele avião caiu...entãooooooo....sei lá rsss
    Estamos aguardando ansiosamente o desfecho final dessa sua SAGA, que já é totalmente VITORIOSAAAAA!
    Gde abs
    Zé CARLOS - ILHABELA

  1. Aê irmão!! Apesar dos probleminhas na concessionária BMW - q são até ridículos, se considerarmos os riscos de uma viagem dessas - vejo que vc está empolgadaço nesta reta final. Muito legal!
    Estamos por aqui, torcendo e rezando pelo sucesso completo da viagem.
    Grande abraço
    Felipe

  1. eugenio says:

    Mecânico não tem jeito..Hoje só existe trocador de peça,cara enrolado e lavador de peça pagando de mecânico...
    Mas e assim mesmo,a gente fica bravo,mas depois isso vai virar motivo de varias risadas!!!
    Ta chegando!!Ta chegando!!!!
    Abração!!!!

  1. Também gostei da solidariedade do Adriano. Eu sei como você é agoniado de não gostar de ficar parado. Mas com boa companhia e ótimo papo (seria sobre moto? hahahahah) a espera fica mais tranquila.

    Abrassssss...

  1. Barrett says:

    Muita calma nessa hora... kkkk vc já tá quase lá... até com uma KTM vc consegue chegar amanhã... Boa viagem e boa cereja do bolo!

    Acelera, desvia da lama e Prudhoe Bay!

  1. Adriano,
    Parabéns pela Viagem e pelo BLOG. Reputo o seu entre os Melhores que acompanho, com esta linguagem fácil e comunicativa. Basta ver a interação e participação do pessoal. Tem estilo de Diário realmente. Percebo que muitos o incluíram em suas leituras e preces diárias.
    Parabéns !!!
    A gente sabe o trabalhão que dá, escrever após um dia montado numa moto, ainda mais nesta cabrita da KTM ( desculpe-me, rsrsrsrs)
    Sucesso na tua Jornada.
    Veja se na volta você relaxa um pouco !!!
    Abraços,
    WS

  1. motorelax says:

    Hum! Até essa hora sem atualização no Blog... só pode ser uma coisa...
    Você provavelmente já chegou, está chegando ou já está voltando de Prudhoe Bay!
    Será que vc imagina a nossa expectativa aqui para esse grande feito, Adriano??? Sabemos que sim, então só resta esperar mais um pouquinho para ver as fotos e "ouvir" teu relato.
    Estamos na torcida amigão!

    Guilherme Freitas

  1. Pousada says:

    Ai filhão. Falta só meia hora para a apoteose. Estamos numa espectativa imensa.Maravilhosa sensação que estamos sentindo. Parece final de copa do Mundo para a família.Vamos estourar as champanhes.Valendo.Só mais um pouquinho.