Dia 50 - Billings-EUA - Dealer Day- ZERO kms

Posted: quinta-feira, 21 de julho de 2011 by Adriano in
11

Hoje foram ZERO kms com ZERO fotos pois a câmera ficou na moto!!! Mas vai ter muito texto pois agora eu tenho todas as letras e números e o arroba também...eu escrevo 2 X-Schwarzenegger @, sem ter que ficar copiando!!! kkkkkkkkkkkkk

Acordei cedo, dormi mais uma hora e depois pulei da cama, banho rápido, arrumar a moto também rapidinho pra estar na loja antes de abrir...8:58 eu tava lá e os caras tavam acendendo a luz, colocando os quadris pra fora, organizando e já cheguei intimando, falando que tinha overheating (sobreaquecimento) sem dar detalhes pois parece que quanto mais você explica, mais atrapalha... mandaram eu colocar a moto lá pra trás, na oficina e já vi que eram só 3 mecânicos, 1 num snowmobile velho, 1 numa KTM Duke 990 e o outro numa custom...ferrou, quem vai mexer na minha moto???...fiquei pensando e depois de fazer uma O.S. (ordem de serviço) com a menina que cuida do atendimento da oficina, fui tomar café-da-manhã...fui até a frente da loja, olhei prum lado, olhei pro outro e não vi nada parecido com breakfast, nem com almoço ou janta vou dizer a verdade...escolhi um lado e comecei a andar...sabia que em pelo menos 3 kms eu ia encontrar algo pois era de lá que eu tinha vindo e do lado do hotel tinha restaurantes...isso, num solão, ventando pacas e eu de bota e calça de moto...se não andei 3 kms, foram 2,5 com certeza até encontrar uma espécie de Fazenda da Comadre, não do jeito que conhecemos mas servindo comida de sítio (country style)...tava cheio de carros e quando entrei, lotado de gente, aí já animei pois deve ser bom...um café da manhã caprichado, com 3 panquecas de granola, manteiga, ovos, bacon, banana, mel, maple syrup (original), café e creme por 10 dólares foi bom demais...sai de lá rolando mas aí não adiantava nada pois o vento tava contra e eu "rolava" pra trás, então tive que forçar o passo pra chegar na loja e ver o que tinham constatado...demorei 1 hora e meia nessa de breakfast e ao voltar, NINGUÉM tinha nem olhado pra moto...que raaaaaiva...porque não deixaram então eu ir com ela??? Coisas de EUA, mas eu de pensamento positivo e tendo que fazer uma hora, ou várias, pedi para o James (figuraça) Gerente de Vendas, para usar o wi-fi de lá e me deram a senha...falei no Brasil com Richard, Mario Júlio, Renato, Karel (meu pai), Wal, Leila, Karina, Gilberto e talvéz com mais alguém que não me lembro pois tava correria tanto na net quanto na loja...aí, lá pelas 13 horas veio a moça da oficina me dizer que não tinham a relação (corrente, coroa e pinhão) no estoque e só pra manhã...quem foi que pediu relação, posso saber??? eheheheh...eu até tinha mencionado isso, SE TIVESSE, mas expliquei pra ela que precisava mesmo resolver o problema da superaquecimento e ela falou que já tavam olhando, foi quando eu pedi pra ela me arrumar um taxi pra eu ir ao Best Buy comprar GPS e notebook...ela me mandou numa sala que tinha duas senhoras e uma, eles chamaram de "vó"...acho que é uma empresa familiar e a senhorinha firme e forte lá ajudando me chamou o "cab" que demorou muito mais de meia hora, tendo que reforçar o pedido e aí ele chegou...agora começa a minha visão de pedestre, do "MSM", movimento dos sem motos, nos EUA...

O taxi chega com o motorista e um veínho sentando do lado e eu pensei que era um curso, um treinamento pro tio virar motorista...era nada...aqui eles carregam mais de um passageiro por vez e demos uma volta imensa pra deixar o senhor na casa dele...ainda bem que se paga no início da corrida e foram 9 dólares pra rodar uma milha, mas eu que não ia andar na beira da rodovia de novo e ainda atravessar ponte. Chegamos no Best Buy, uma loja enorme de eletrônicos de tudo que é tipo e com ótimo preço e fui ver o GPS e depois o Notebook mas antes, já que iria comprar um GPS pra carro, teria que ir a Radioshack ver se tinha um adaptador pra tomada (acendedor de cigarro) da minha moto que é mais fino que o normal e nada de encontrar essa loja...aí dei uma volta gigante dentro dos estacionamentos do Walmart e de um mall e fui comer no Subway...para nós, é impressionante como as distancias são enormes nos EUA, principalmente pra quem está a pé...é tudo muuuito longe...de manhã, estava vendo o quando estão separadas uma caixa de correio da outra...um carteiro aqui faria em um dia, a pé, 30 casas e por isso que eles andam com um carrinho tipo mini-furgão. Eu já sabia mas hoje se confirmou...quem não tem carro aqui não é ninguém e eu acho que quem tem só moto, como eu, é só meio alguém...ehehehehe

Voltei ao BB e comprei um Garmin Nuvi 1300T por 119 dólares e esse notebook, com tela de 14", o menor que eu consegui, HP Pavilion G series, mesma marca do que quebrou (sou teimoso) por 349 doletas e mais a capa do mesmo por 29 e a boa notícia é que aqui não tem "sale tax" como a da Flórida que é de 7% então economizei 35 dólares que vão pra cerveja, essa sim, cheeeia de impostos e eles estão certos, como o cigarro, que fazem mal pra saúde e o Policarpo até comentou isso lá no Rockriders, esses dias...

Saí de lá e tive que atravessar a rua e mais dois mega-estacionamentos com peso na mão pra encontrar um telefone público no Walmart...então, vamos recapitular...aqui, você sem condução e sem telefone não é ninguém...fico imaginando um cara sem dinheiro...ferrou!!! Consegui ligar pro CAB e falar em inglês no telefone...tô melhorando...eheheheheh e toma esperar mais 45 minutos com outra ligação no meio pra reforçar...viu como é duro ficar a pé nos EUA...e quando a mulher do taxi chegou, ainda estava procurando outro passageiro e já vi que iria me atrasar pois a loja fecha na hora aqui, no caso as 6 p.m e já eram 5 e tantas...8 dólares o taxi...por que é mais caro pra vir do que pra ir???

Sorte que não achou e fomos embora dando tempo de eu chegar na loja e ainda conversar com o Dustin e ele me mostrar umas fotos de um lugar lindo, todo nevado, que ele insistiu pra eu visitar mas tô pensando ainda já que meu tempo agora apertou pra chegar em Miami...depois disso a moça da oficina (acho que chama Jan) veio com a ÓTIMA notícia que a moto estava pronta..."Ready to Race" de novo e fui lá ver e falar com o Jared, também gente finíssima que me explicou o que foi feito :

Trocou-se todo o líquido refrigerante (coolant) que nas palavras dele, o meu era um lixo, porém era só um Motul, caro, na validade, verdinho que todo mundo que tem moto boa usa..sei lá, pois ele disse que havia uma "borra", como se fosse uma lama dentro do radiador e foi tirada com ele esgotando o mesmo e fazendo bastante água circular lá por dentro, depois colocando 2 litros de um coolant da marca Fuchs que ele falou que esse é o bonzão...depois fez mais um monte de coisas como ajustar e lubrificar corrente, deixando um tantinho pra eu ajustar na estrada (ta acabaaaando, será que chega??), completou óleo de motor com Yamalube (250ml) que agora misturou com o Motorex (uma beleeeeza isso), checou ar dos pneus, procurou vazamentos e etc...nem vou falar nada pois preciso testar a moto amanhã na estrada mas sei de uma coisa : TEM A VER...digo isso pois se tava uma lama maldita lá dentro, como é que á [agua circula??...ele disse também que tem certeza que não tem mais ar no sistema e que a bomba d'água está funcionando perfeitamente...Deus, lhe ouça!!!

Bom, aí foi a vez da Sue e Jon me chamarem numa salinha e eu achei que já ia tomar uma bronca pois ela tava brava pois ela "ficou sabendo" que eu não ia conhecer "tal" lugar...eheheheh...fizeram questão de me falar sobre uma estrada maravilhosa que tem aqui perto e também sobre a região do Monte Rushmore (aquele com o rosto de 4 presidentes esculpidos na pedra) e disseram ser imperdível mas tô ainda preocupado com a moto e acho que vou aceitar meia sugestão deles e seguir a Sul e/ou Leste e passar em South Dakota pra conhecer esse tal monte aí...vamos ver!!!

Dica da loja...atendimento nota 10 e preço bom...gastei 130 dólares e o mecânico ficou 1,5 horas na minha moto, além de 2 litros de coolant!!!      

Hi-Tech Motor Sports

6540 S Frontage Road Billings MT 59101



Jan - Serviços (atende)
Jared Malina- Serviços (mexe na moto)
James Rivera- Gerente de Vendas
Jon Scott - Gerente de Marketing 

Se o seu nome não começar com "Jota" nem perca tempo mandando curriculum pois nessa loja você não trabalha...ahahaha

Então é isso, tô de volta ao Motel 6, o mesmo de ontem mas hoje me arrumaram um quarto pra não fumante, embaixo, do lado da moto...boooom, mas amanhã saio cedinho já que tenho 6 dias pra rodar 4000 kms o que dá uma média forte de 666,66kms...então, não dá pra bobear!!!

Valeu pelo pensamento positivo...continuem com ele e vaaaaaambora nessa garupa!!!

11 comentários:

  1. Cara, com certeza era isso mesmo. Ela não vai mais esquentar! e vamo q vamo!!!!!!


    Abração e bons ventos!

  1. Pousada says:

    Aeeeee. agora vai. O Renato é garupeiro da hora. Estimula até maré vazia. Vamo que vamo filhão. 03:20 da manhã imagina o véio cheio de orgulho e com o "rabo" cheio de cachaça! é pro cabra se lascar! Tamo te esperando aki na Ilha. A saudades ta matando. Preparando a festa.

  1. Barrett says:

    Hoje foram ZERO kms com ZERO fotos ...

    Mas pelo menos a KTM ficou ZERO também! Agora é só curtir a estrada, não deixe essas coisas, comuns por sinal, tirarem o prazer da viagem...
    Tive um problema desses no radiador da minha Parati algum tempo atrás. Vc trocou o líquido antes da viagem?

    Acelera Adriano! Keselaska - Ilhabela!

  1. Vai no BB e compra um ventilador de cabine de caminhão, liga ele na bateria da moto e prende com enforca-gato direcionado pra motor... pinta de laranja e ninguém vai reparar...

  1. Superação é isso, amigo. Quando a gente está down e recebe a maior força de cima pra achar um bom mecânico pra colocar tudo em ordem... Achar um bom mecânico tá que nem achar um bom médico: vital. Vai com fé, que vai dar tudo certo. Estamos torcendo por você. PS: Opa! Já sei que tenho chance de emprego em Billings... Nem que seja de moto taxi... rsrsrs...

  1. Good news!
    Até nos EUA o mecânico bota defeito no serviço do outro... hahaha!
    Vc fez uma bela economia com estas aquisições: estes 2 aqui no BR te custaria na faixa de R$ 2 mil.

    Obs: no Chile tb é comum esta divisão no táxi.

  1. Pronto , parceiro!
    Problema resolvido, agora nem a moto nem a tua cabeça esquentam mais...hahaha
    Abs
    F.

  1. Problema resolvido.. mas estava olhando o site da empresa na qual você estava.. uma Super Ténéré 1200 custa 16 mil doláres... :| Dá vontade de chorar!

    Boa sorte ae.. e estamos na garupa!

  1. É isso ai amigo...
    Esse tempo parado não é perdido, na verdade VC só saiu ganhando com isso! Ao menos aquela preocupação de mexer em todo sistema de refrigeração era pura imaginação!!!
    Com lama no líquido acho que VC conseguiu andar muito, mas muito mesmoooooo kara rsss
    Agora é sentir a diferença e passar a mão com carinho na "cabeça da FERA"", pois ela é uma SUPERMÁQUINA...podes crer rsss
    Pelo jeito esse seu ""SININHO" é mesmo milagroso...cuide pra jamais predê-lo camarada rsss
    abs
    Zé Carlos - Ilhabela

  1. wé, e o GPS pra moto ? desistiu ?

  1. eugenio says:

    Rapaz troca logo essa relação!!Eu me ferrei na estrada por causa de uma!!!kkkkkk
    E o principal problema ja resolvido toca o barco Adriano!!
    Abração!!!!E tamo na garupa!!!