Dia 48 - Bunff-CANADA a Great Falls-EUA - 616 kms

Posted: terça-feira, 19 de julho de 2011 by Adriano in
23

Como um dia pode ser tão diferente do outro???...hoje não tem muita fotos pois foi um dia de perrengue, que vocês adoooooram, ou seja, um dia COM EMOÇÃO como diriam os bugueiros das dunas nordestinas...

Desculpem as poucas fotos hoje mas não estava com "cabeça fria" pra isso...literalmente...

Acordei meio tarde, lá pelas 8:45 hs. já que tinha que rodar pouco hoje e ainda tá escurecendo por volta das 9, 9 e meia da noite. Desmontei as malas da moto pois precisava esticar corrente de novo e dar uma lubrificada...a relação tá meio no osso e não sei se chega em Miami...os dentes da coroa começaram a ficar "deitados" e ela já tá começando a ficar parecida com uma serra circular...vamos ver...Essa operação toda demorou 1 hora e as 11 era o check-out então fui sair do hotel lá pelas 11 e 30 hs. e quem é que arruma café da manhã essa hora, então já fui no primeiro Mc Donalds da estrada comer um Double Quarter Pounder e tava lotaaaado...muita gente de férias, crianças chorando em Inglês, muita moto na estrada, Motorhome e trailer nem se fala...hoje vi uma camionete, rebocando um trailer graaande e no trailer, uma lancha de uns 18 pés engatada...um verdadeiro trem, andando no meio da rua...se o cara "perde" a lancha na estrada, ele nem percebe...ehehehehe... Olha a paisagem feeeeeeia vista de dentro da lanchonete do Ronald...


Rodei, abasteci, rodei, peguei trânsito em Calgary, onde vi um pedaço das pistas do jogos de inverno e rodei mais, tirando essas fotos de aviões pro Jeff dizer pra gente quaisão e num posto, um mexicano veio falar comigo e perguntou da onde eu era e falei que era do Brasil e ele me manda, Português do Baralho (quase isso)...ele era trapezista do Circo Garcia e ficou anos viajando pelo Brasil e agora trabalha promovendo um circo no Canadá...acho que é Fernando o nome dele, não tenho certeza...gente boooua!!! 



Cheguei em Lethbridge e fiquei meio perdido no trânsito já que estou sem o GPS...aí a porca torceu o rabo pois enquanto estava me encontrando, a moto começou a falhar de novo...ela tem "síndrome de fronteira do EUA", só pode!!!...lembram-se que no deserto do México ela começou a falhar pertinho da fronteira sul dos EUA e agora foi da norte...e hoje não estava tão calor não mas já deu pra tirar a jaqueta na estrada...resultado, tive que parar duas vezes em postos com sombra ainda em Lethbridge, quando fui em um Burger King pegar sinal de net pra procurar dealer & service da KTM, encontrando em Great Falls, Montana, 300 kms de onde eu estava...imaginem a dúvida em rodar esse tanto com a moto falhando muuuuito!!! Esperei ela esfriar bem e saí vuado do BG, evitando parar em faróis até que peguei a estrada, tendo 100 km até a fronteira (Coutts) e ela foi me parar aí nessa placa, a míseros 15 kms...foi quando lembrei de tirar a proteção do radiador novamente pra ela ventilar melhor e essa foto taí pra comprovar...tinha uma pá de libélulas mortas que eu tirei e essa lama no meio é o que sobrou lá da estrada pra Deadhorse e estava tampando 1/5 do radiador então me lembrei que o Renato teve a luz da temperatura acesa lá pelo mesmo problema (e tava frio e chovendo) então, quando a moto começou a falhar de novo já no EUA, parei numa cidadezinha quase fantasma, tomei uma coca de garrafinha de 600 ml e peguei água numa torneira de regar jardim que tava lá do lado de fora de uma biblioteca...fiz um furo com o canivete na tampa e esguichei duas garrafas dessa no barro, passando um papel, de leve pra não amassar as colméias e retirando um pouco do barro...além disso, esgotei um pouco do líquido de arrefecimento do reservatório de expansão pois ele estava um pouco acima do nível, desde aquela vez lá no deserto que eu andei completando...sabem como esgotei??? Com o canudinho do spray de corrente, puxando com a boca e cuspindo...treco verde ruim demaaaai...depois foi um monte de Trident pra tirar aquele gosto ruim da boca (sem viadagens, por favor pois tem senhoras que lêem o blog)...o sol já estava bem mais baixo e não sei se foi coincidência mas parou de falhar...cheguei em Shelby e nenhum dos 3 hotéis tinham vagas então abasteci e resolvi encarar as 90 milhas ou 140 kms que tinha até aqui onde estou já que a moto tinha voltado ao normal...coisa linda viajar nesse trecho ao por do sol...como a moto não falhou mais pois deu uma bela esfriada na temperatura do ar, deu pra curtir bem essa paisagem mas ainda sem cabeça pra tirar fotos pra mostrar pra vocês...mais pra frente eu tiro!!!




Podia omitir essa história pra evitar encheção de saco que a KTM é isso ou aquilo mas não adianta pois tenho compromisso com a verdade e prefiro passar a experiência pra frente, mesmo ela sendo ruim, pois um dia isso pode ajudar alguém a não quebrar a cara como está acontecendo comigo!!! Não vim de BM refrigerada a ar pois não tenho grana e não vim de Tornado, também  a ar pois acho fraca...KTM é o que eu tenho e o que eu gosto, mesmo com esses probleminhas que aparecem... 

Bom, amanhã ela vai pra revisão desse sistema de arrefecimento pois não pode ter sido só sujeira por fora...deve ter algo a mais como já cogitaram o amigos quando pedi uma ajuda e é issque vamos ver, depois conto o resultado!!! 

Estou agora a 3 horas de fuso com o horário de Brasília e normalizando tudo acho que você vão poder ler o blog no dia da postagem!!! Grande Abraço!!!

23 comentários:

  1. Barrett says:

    Quando a KTM dá uma falha, na hora não te vem à cabeça que preferia estar numa Honda? kkkkk Tá bom, não precisa ser uma Varadero, uma simples e confiável CG 125... ou a sua Biz que tá laaá em Ilhabela?

    Evite ao máximo colocar o líquido de arrefecimento na boca: se for o antigo, é etilenoglicol: Etilenoglicol (monoetileno glicol (MEG, nome IUPAC: etano-1, 2-diol) é um álcool com dois grupos-OH (um diol), um composto químico largamente utilizado como um anticongelante automotivo . Na sua forma pura, é um composto inodoro, incolor, xaroposo líquido com um sabor doce. Etilenoglicol é tóxico, e sua ingestão deve ser considerada uma emergência médica.
    Calma! Só se vc tivesse achado que era ksuco e bebido mesmo que poderia haver algum problema, mas evite mesmo! Nem vou colocar o resto do sintomas que provoca pra não te assustar... kkkk

    Acelera Adriano! Keselaska - Ilhabela! Boa Viagem!

  1. Barrett says:

    Caso queira dar uma olhada, aí vai a página da Wikipedia:

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Etilenoglicol

    E joga esse canudinho fora...

  1. "Não vim de BM refrigerada a ar pois não tenho grana e não vim de Tornado, também a ar pois acho fraca..."

    Vou dormir tranquilo...

  1. Adriano...
    Uma máquina, qualquer que ela seja,é bem parecida com um ser humano cara!
    Qualquer sintoma diferenciado tem uma causa e normalmente paliativos acabam piorando gradativamente o estado do paciente...
    A gente sabe das circunstâncias, do seu nível de profissionalismo sobre 4 rodas, mas evite se possível forçar sua FERA além de suas forças principalmente se ela esta demonstrando cansaço ok?
    Um conselho talvez desnecessário, mas sei lá garoto ...
    Nos preocupamos com VC e estamos firmes na sua garupa para o quer e vier companheiro!
    Abs
    Zé Carlos - Ilhabela

  1. Wesley says:

    Siga em frente e não se esquente! rsrsrsrs

    Sua moto é fantástica e não deve nada pra nenhuma outra. E como diria o velho deitado, "A melhor moto, sempre é aquela que você pode ter!"

    Mas este problema do arrefecimento precisa ser visto o mais brevemente possível, pq como o Zé Carlos disse aí em cima, a moto é como se fosse um paciente e se vc não tratá-la em tempo, a "doença" dela pode se agravar e te dar motivos reais para ficar desapontado.

    Aproveite que vc está nos "ISTEITS" e dê aquele merecido check-up na guerreira, pq aqui no Lisarb, certamente vai ficar o quadruplo mais caro.

    Abração! Continuo firme na garupa dessa tremenda motocona, que insiste em esquentar SÓ por causa de uma tonelada de barro misturado com mosquitos, grudados no radiador... kkkkkkkk

  1. Sabia que ia chegar este dia... Por melhor que seja a convivência e a paixão, um dia a relação se desgasta... Mas nem liguem, vocês superam isso, fácil, fácil... hahaha...

  1. Este comentário foi removido pelo autor.
  1. Adriano, acho que a decisão sobre qual moto usar na sua viagem era somente sua, vc não tem que dar satisfação a ninguem sobre esse assunto, vc viaja de KTM e pronto. Agora se os 500 seguidores estiverem achando que vc deve trocar de moto, vai a sugestão:
    CADA UM DOS 500 GARUPAS DESEMBOLSA AI 200 REAIS, FECHA UM TOTAL DE 100 MIL REAIS, com esse valor dá pra trocar por uma BM.
    Só podemos criticar nos assuntos que podemos ofertar solução, caso contrario o silencio é a melhor saida.

    continuamos na garupa..

  1. A KTM é uma P**a moto e isso é só um "probleminha" em relação ao que essa moto já proporcionou e a moto ideal é aquela moto que você tem. Bem eu queria ter uma KTM.. hehehe.. em relação a viagem está fantástica. Parabéns ae!

    PS.: Aquilo perto dos cabos frontais além de uma mosca é um sino?

  1. Adriano,
    Do jeito que vc está escrevendo dá a impressão que ficou decepcionado com a KTM ter quebrado. Na verdade, decepcionado porque você criou uma expectativa de que a KTM fosse inquebrável e ela não é. Nada é.QUALQUER MÁQUINA tá sujeita à problemas.
    Relaxa, leva a motoca pra consertar e pronto!!
    Continue a boa viagem , sem problemas.
    Abs
    F.

  1. "crianças chorando em Inglês" kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk


    Agora, falando sério: Fica de olho na revisão pro pessoal da KTM resolver isso pra vc antes que aconteça algo mais sério no motor da sua moto.....


    Abração e boa viagem!

  1. Penso que "falar mal" da KTM é apenas uma forma de brincadeira, parece que alguns estão entendendo esta brincadeira de maneira errada.
    Não acredito que ninguém em sã consciência diga que a KTM seja uma moto ruim, algum tipo de defeito ocorre em qualquer veículo de qualquer marca.
    Fé, bola prá frente, defeito sanado e pau na máquina.

  1. PARABENS ADRIANO TO ACOMPANHANDO DESDE O INICIO ,VI NESTA FOTO DO RADIADOR O FAMOSO SININHO PENDURADO,ESTAMOS TORCENDO POR TI CARA.

  1. Moto sem problemas são em 2 situações: parada na garagem para não "encontrar" problemas ou depois de muito utilizada já com os problemas resolvidos... qual situação vc prefere?

    Agora problema maior seria se vc tomasse o líquido do radiador... vc não fez isso não???

    Sei que vc tem rodado bastante, mas dá um trato na máquina, a bichana é austríaca... um banho legal com hidro (só não pode ser água quente, se é que me entende)!
    O radiador virou uma churrasqueira de mariposas: isso faria um puta sucesso na Índia/China... é até uma utilidade para as motos fabricadas lá!

    Abraço

  1. Pousada says:

    Esquenta não filhão, nem você e nem a Kate. Se tiver um motor novo por aí, troca logo que nóis segura aki! O importante é ser feliz em qualquer circunstância e você está feliz e é o que importa.Como disse um garupeiro aí prá cima, se não quizer ter problemas deixe a máquina na garagem. Dê uma geral na bichinha que ela vem macia, macia!
    Beijão do véio!

  1. Bora acelerar meu camarada !!! E agora que vc tem liquido de arrefecimento no estomago ele sobe pra cabeça e vc nunca mais esquenta a cabeça na viagem !!! kkkkk

    Boa sorte e bons ventos !!!

  1. Ren@to says:

    Faaaala, Adriano!!!

    Como já disseram aí pra cima, não esquentem....nem você, nem a Kate....faz uma reza pra Poseidon e pede pra ele mandar uma água de vez em quando para as coisas esfriarem por aí.

    Vai firme aí e tamo junto!!!

    Abrasss

  1. Guina says:

    Adriano,,,cada puta lugar em véio,,essas montanhas são mesmo coisa de cinema,,, agora um lembrete,,uma foto ruim voce pode apagar,,uma foto não tirada não tem remedio,,fotografe ,,mesmo que de qualquer jeito pra evitar arrependimento futuro.
    Abração

  1. eugenio says:

    Nem esquenta Adriano,se a viagem fosse fácil não tinha graça!
    Amanha de um talento na Kate e derrete esse asfalto americano!!!
    Foi um prazer ter falado contigo hoje a tarde!!Eu ia pedir um Nº1 mas fiquei com vergonha!!!kkkkk
    Abração!!!

  1. Adriano says:

    Vaaaaado, paaaaara de falar bons ventos que isso é coisa pra velejador...agora tô parado esperando o vento mais forte que eu já pilotei na vida (os patagônicos perdem feeeio) diminuirem...o vento quase me derrubou e jogou pra outra pista 3 vezes...quando parei no acostamento pra respirar e diminuir o batimentos do coração, foi difícil segurar a moto em pé!!! Chega de vento!!!

  1. Barrett says:

    Pô Adriano! E isso De KTM 990! Imagina o Marcelo com a Tornado carregada... A que velocidade vc estava? Em vez de Semana da Vela de Ilhabela, Semana da Vela de Great Falls...

    No mais, fica em pé com a moto e tira mais fotos, como disseram acima, muito legal o lugar, nem imaginava que o Alaska / Canada eram assim.

    Boa viagem! Ilhabela!

  1. Marcio says:

    Adriano, uma viagem deste tamanho é de se esperar algum defeitinho e desgaste de qualquer moto, seja que marca e preço for. Dá uma geral na sua máquina por aí mesmo, e deixa ela novinha, e acaba de chegar, meu velho! Abçs!
    Marcio - Campo Grande/MS

  1. ALEXANDRE says:

    Com certeza aquele barro entranhado no radiador era o problema da refrigeração.
    Tenta achar uma mangueira com pressão e lava a colmeia de dentro pra fora.
    Lava também o termostato (sensor de temperatura).
    Qual óleo vc está usando? Seria melhor um 20w50, daí do canada pra baixo vai esquentar ainda mais.
    forte abraço e acelera a máquina fotográfica.
    Alex